sexta-feira, 4 de abril de 2014

Capítulo 12


                        "Eu tenho que parar de duvidar da minha capacidade e mostrar que consigo!"

Abri os olhos, levantando-me do chão e logo percebendo que eu não estava mais no hotel Lotos. Será que haviam me raptado ou coisa do tipo? Deve ter sido, já que eu lembro de estar muito fraco pela ferida e desmaiar com o sangue perdido logo depois.
O lugar que me encontrava agora era bem nublado, sem qualquer ruído ou indício de outra presença com a neblina ficava muito difícil dizer se eu estava em uma floresta ou em qualquer outro lugar, pois ela estava muito densa. Mas estreitei os olhos ao perceber uma silhueta ao longe, uma silhueta feminina que omitia luz própria.
Ao chegar mais perto uma onda de déjà vu. Eu tinha certeza de já tê-la visto antes. Mas de onde? Ela se aproximou mais, sempre me olhando bem nos olhos, com uma calma que chegava transmitia desespero a qualquer um, passos lentos e expressão serena. Tocou meu rosto.
- Então você se lembrou dela, finalmente.

Sabia que se referia à Damara, então, mesmo não a reconhecendo eu assenti. Ela sorriu.
- Isso é ótimo, significa que está perto de lembrar do restante e logo isso tudo irá terminar.
- Quem é você?
- Estive do seu lado todo esse tempo, tive de agir nas sombras, porque eles estão me vigiando e não me deixarão ir embora nunca. Sou sua esposa.

Meu coração disparou, na surpresa.
- Como me encontrou? Onde eu estou?
- Eu nunca perdi você de vista, sempre estive por perto, mas não podia arriscar novamente sua segurança, por isso retirei suas lembranças.
- O quê? Você fez isso comigo? Por quê? Tem ideia do que eu passei todos esses anos, lidando com o fato de que ninguém me conhecia, que ninguém era como eu e tentando entender ao menos como tudo aconteceu? Eu passei fome, sede, miséria. Mendiguei por muito tempo e fui torturado por vários rebeldes e loucos que descobriram sem querer o que eu era capaz de fazer. Eu esperei por semanas naquela porcaria de hospital por pelo menos uma pessoa que me conhecesse. E todo esse tempo era você a causa da desgraça?!

Minha voz saiu mais elevada do que eu queria e sem perceber, já a tinha feito chorar.
- Me desculpe, eu só queria que você ficasse em segurança. Se os belovianos descobrissem que você estava na Terra, seria o fim. Você já estava fraco demais pra se defender sozinho e precisaria de tempo longe para se recuperar.

Fechei os olhos por um momento, com a feição dura como pedra.
- Onde eu estou?
- Criamos uma ligação aos anos de casados e por ela eu posso entrar em seus sonhos, mas não poderia fazer isso caso estivesse morto. Porque eu morreria no momento exato. E Damara iria junto.
- O que eu posso fazer para salvá-la?
- Por favor, Kal, não me trate com frieza.

Revirei os olhos, logo depois repassando o que ela acabara de dizer.
- Do que você me chamou?
- Pelo seu nome. Em nosso planeta você se chama Kal-El. Você é filho de El, um grande guerreiro que nos salvou de uma época terrível e te deixou como legado.
- O que eu sou em Belovian? Por que todos botam sua fé em mim? Eu não sei o que tenho que fazer e estou começando a me desesperar!
- Se acalme. - ela tocou meu rosto mais uma vez - A resposta pra tudo isso está em você mesmo, mas lembre-se: Não deixe que seu futuro te afete como o passado, apesar de ambos possuírem desfechos semelhantes, nenhum deles é capaz de destruir você ou te impedir de cumprir sua tarefa, a menos que você deixe!



Oi, minhas lindas, tudo bem? Nem sei mais o que dizer nas notas finais!kkkk
Eu estou com umas ideias pra fanfics, deixando claro que todas são de romance dessa vez, eu prometo! :)
Mas eu não vou cometer o erro de postar novamente sem a fic estar pronta, então, talvez, quando essa acabar, eu demore a voltar, mas não se preocupem. Eu só não quero atrasar mais postagens e trazer um capítulo a cada dois dias, ok? Beijos! Resposta! :)

2 comentários:

  1. que perfeito u.u
    adoreiiiiiii....
    posta logooo minha flor
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. owwnn :3
      obrigada, flor!
      Posto sim, logo! ;)
      beijos

      Excluir

O que você achou? :)

 renata massa